Principais lesões no Crossfit

O que é Crossfit?

A prática consiste na realização de exercícios funcionais que combinam força, resistência cardiovascular e respiratória, agilidade e flexibilidade entre si. São treinos de alta intensidade com tempo médio entre 40 e 60 minutos, com muitos benefícios para a saúde. Contudo, como qualquer atividade física, deve ser realizada dentro de limites e de modo adequado.

>>> Exercícios intervalados de alta intensidade emagrecem preservando a massa magra

principais lesões no crossfit

Principais lesões no crossfit

O Colégio Americano de Medicina do Esporte (ACSM) sugere potenciais benefícios do crossfit, porém destaca significativos riscos de lesão em programas de condicionamento extremo como este, que envolvem a execução excessiva de movimentos.

As regiões corporais mais acometidas por lesões são ombros, seguidos por coluna e joelhos.

Estatísticas

A prevalência de lesões é de 56,2%. Dentre os fatores associados às lesões está o sexo feminino, o sobrepeso, fazer outra atividade física além do crossfit, praticar mais de três vezes por semana com um tempo diário acima de 1 hora de treino, uso de suplementos alimentares, ingestão de bebidas alcoólicas e uso de cigarro.

As lesões musculoesqueléticas mais ocorridas foram de ombro (44,2%), coluna (40,3%) e joelho (35,1%).

Dados recentes parecem dissipar o equívoco das maiores taxas de lesão. Um estudo recente avaliou a incidência de lesão em 1000 horas de prática esportiva em diferentes modalidades. Diversos esportes do nosso dia a dia, como futebol, basquete e corrida tiveram taxas bem mais altas que o crossfit, o qual teve a incidência de 2,4 e 3,1 por 1000 horas de exposição para os atletas inexperientes em dois estudos separados. Outro estudo, na mesma linha, também apresentou os esportes de contato, como futebol, basquete, lutas e futebol americano, como os líderes nas taxas de lesões.

Os principais locais afetados por lesões parecem ser a região dos ombros e coluna (Hak et al, 2013; Weisenthal et al, 2014), sendo que 23,5% das pessoas sofreram alguma lesão nos ombros nos 6 meses prévios de participação (Summitt et al, 2016).

Além disso, os exercícios mais relacionados com as lesões, até o momento, parecem ser os levantamentos de peso/olímpicos (overhead press e snatch, por exemplo) e os movimentos ginásticos (kipping pull-up e ring muscle-up, por exemplo), segundo Weisenthal et al, 2014 e Summitt et al, 2016).

Como já esperávamos, informações preliminares apontam que a realização de um período específico para iniciantes, assim como um maior envolvimento/supervisão dos treinadores, apresenta potencial para redução das lesões (Weisenthal et al, 2014; Chachula et al, 2016).

Fatores de Risco

Além do mau aquecimento ou da má execução de exercícios, o desconhecimento sobre as exigências da modalidade ou uma fraca condição física são outro dos fatores determinantes no contexto da lesão. Em uma rotina onde se trabalha oito horas por dia e essas oito horas são passadas sentados à secretária, tirar 40 minutos de uma hora de almoço para fazer um treino de alta intensidade como é o CrossFit, por vezes não é boa ideia.

Outro motivo que está associado a estas lesões é o fato de existir uma adesão muito grande à modalidade, com muitos iniciantes a quererem melhores resultados físicos e melhores performances de forma rápida de modo a poder competir num espaço de poucos anos, ou até mesmo meses.

crossfit

Lesões no ombro

As articulações dos ombros sofrem mais facilmente lesões uma vez que são músculos estabilizadores do impacto. Aquecimento e fortalecimento de todo o grupo muscular do manguito rotador é importante.

Saiba mais em www.ombro.info

Lesões na lombar

Realizou um mau agachamento? É o suficiente para que sinta uma tensão na lombar e se desenvolva uma lesão que lhe irá afetar a postura no dia-a-dia. Fortalecer a musculatura central do corpo para não sobrecarregar a coluna.

Saiba mais em www.dorsalgia.info

Lesões no joelho

Sentiu um estalar no joelho? O centro de gravidade dos atletas deve estar ao máximo para trás, de forma a não sobrecarregar o peso nos joelhos. Trabalhar o alongamento muscular e, quando agachar, apoie o peso nos calcanhares.

Saiba mais em www.meujoelho.com

Orientações

Recomenda-se a prática do crossfit com profissionais qualificados e com alto nível de envolvimento. Boxes autorizados com profissionais de educação física, presentes e ativos (corrigindo os exercícios). Oferta de um período específico para iniciantes. Além disso, atenção especial deve ser direcionada à região dos ombros e colunas, principalmente em relação aos levantamentos de peso/olímpicos e movimentos ginásticos.

De uma forma geral, acrescento que deve respeitar e conhecer os limites do seu corpo.

Referências:

  1. Association of Prior Injury With the Report of New Injuries Sustained During CrossFit Training
  2. Injury Rate and Patterns Among CrossFit Athletes
  3. The nature and prevalence of injury during CrossFit training

MUITO BOM! VOCÊ LEU TODO O CONTEÚDO. Ficou alguma dúvida? Deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

Compartilhe essa informação!
Esportiva-Brasília
Esportiva-Brasília

Dr. Márcio R. B. Silveira, criou a Clínica Salus Ortopedia e Fisioterapia em Brasília-DF, para atuar principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; lesões de menisco com sutura em crianças e reparo; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural, através de protocolo exclusivo baseado na análise cinemática da marcha.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *