Cuidados ao praticar MMA para evitar lesões

Cuidados para evitar traumas devem ser tomados durante a luta e também nos treinamentos.

Um atleta sempre deve estar atento aos sinais do seu corpo para não ser prejudicado por uma lesão ou escoriação que possa impedir sua atividade de luta. A dedicação aos exercícios não pode ser levada ao extremo. O lutador não pode ser levado ao seu extremo físico e o repouso deve entrar como parte do treinamento afim de que seja evitado as lesões por stress, e o over training que ocorre quando o excesso de treinamento prejudica o rendimento do atleta devido a não recuperação física adequada.

Um estudo divulgado pelo Departamento de Medicina Emergencial da Johns Hopkins University School of Medicine, em Baltimore, Maryland, apontou as principais contusões geradas em lutas de MMA. A região da cabeça (principalmente nariz e olhos) aparece na liderança da pesquisa, com cerca de 20% de contusões sofridas. Braços e ombros concentram 8,3% dos traumas, enquanto joelhos (área de apoio que sofre desgaste em modalidades de luta no chão, como jiu-jitsu e luta greco romana) são contabilizados em 3,1% dos casos. Quem bate também se machuca.

Alguns golpes podem gerar lesões e contusões não só em quem recebe, mas também em quem desfere tais impulsos. É comum quando se disfere socos e chutes em um lutador, ou até mesmo em um saco de areia, onde os membros podem sofrer escoriações, lesões, contusões ou fraturas.

Compartilhe essa informação!
Esportiva-Brasília
Esportiva-Brasília

Dr. Márcio R. B. Silveira, criou a Clínica Salus Ortopedia e Fisioterapia em Brasília-DF, para atuar principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; lesões de menisco com sutura em crianças e reparo; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural, através de protocolo exclusivo baseado na análise cinemática da marcha.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *